Principais dúvidas sobre a ação de correção monetária do FGTS 1999/2013

fotinha duvida

Prezados, muitas pessoas têm nos procurado para tirar dúvidas acerca da Ação para a Correção Monetária do FGTS ajuizada pelo Tag Escritório de Advocacia. Com objetivo de esclarecer os principais questionamentos, elaboramos, aqui, as respostas para as dúvidas mais frequentes:

 

01) Qual o objetivo da ação do FGTS?

As ações visam o recálculo retroativo da correção monetária feita pela Caixa Econômica Federal no período de 1999 a 2013. Essa diferença pode chegar até 88,3%.

 

02) Quem tem direito a receber essa diferença?

Todos os trabalhadores que tiveram e/ou tenham algum saldo em seu FGTS a partir de1999, aposentados ou não, devem ajuizar ação para correção do seu FGTS.

 

03)  Os familiares de pessoas falecidas que possuíram saldo do FGTS nesse período podem requerer o pagamento da diferença?

Sim, a família representa o falecido no ajuizamento desta ação.

 

04) E quem sacou ou usou o saldo do FGTS para financiamento de imóveis, tem direito?

Sim, o trabalhador pode requerer o pagamento da diferença da correção monetária ainda que tenha sacado ou usado o saldo para financiamento de imóveis.

 

04)  Somente quem já possuía saldo no FGTS em 1999 tem direito de pedir a correção?

Não, qualquer pessoa que tenha tido saldo no FGTS de 1999 até os dias atuais tem direito, inclusive aqueles que começaram a trabalhar depois de 1999.

 

05) É possível solicitar administrativamente essa correção monetária perante a Caixa Econômica Federal?

Não, o pedido deve ser feito judicialmente.

 

Consulte-nos!

You may also like...

2 Responses

  1. bom dia vcs tem que ver o estrato analitico pra ver o valor da correçao a ser pago. outra coisa essas açoes estao demorando pra ser julgadas quem ja retirou o fgts ganhando a causa pode retirar o valor a ser ressacido pelo o juiz ou fica la até a aposentadoria desde já agradeço .

    • cartav6 disse:

      Bom dia Anderson,
      para saber o valor a ser corrigido é necessário o extrato analítico do FGTS.
      Com relação ao tempo, não é possível estimar com precisão a duração de uma ação judicial.
      Entretanto, a perspectiva é que essa seja julgada o mais breve possível.
      Para quem já sacou o FGTS quando foi dispensado, o valor dessa correção será retirado ao final da ação.
      Para outros esclarecimentos entre em contato conosco pelos telefones (31)3586-8620 e (31)3586-8621.
      Att. Equipe do TagAdvocacia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>